Revista da Papelaria

Início » Notícias / Escolar » Relacionamento que gera negócios

13/07/2017

   

Relacionamento que gera negócios

Expositores estão animados com a mudança de endereço da 31ª Escolar Office Brasil e, mais do que vender, a expectativa é de estreitar os laços com novos clientes

Após um longo período de preparativos e dedicação, será realizada, pela primeira vez no Expo Center Norte, a 31ª edição da Escolar Office Brasil, entre os dias 23 e 26 de julho. O evento tem a missão de oferecer aos lojistas uma experiência completa para a melhoria da gestão dos seus negócios e potencializar as vendas. São mais de 150 marcas reunidas em um pavilhão que, em março deste ano, já tinha 90% comercializado. Tendências e novidades em material escolar, escritório e papelaria norteiam os quatro dias de evento. “A Escolar Office Brasil é uma feira de grandes marcas. Nela, buscamos promover relacionamento que gere negócios. Ela é uma grande oportunidade das empresas se recuperarem da crise”, defende Valeska de Oliveira, gerente de negócios da Francal Feiras.


Os visitantes da feira contam com diversas atividades gratuitas voltadas à capacitação. Uma delas é a Rodada de Negócios, destacada na edição de abril da Revista da Papelaria. A experiência inédita consiste em palestras de 20 a 30 minutos, que reúne empresários de segmentos afins para debater sobre o setor. Sucesso da última edição, a Papelaria Modelo traz novamente o conceito desenvolvido pelo Sebrae-SP, com apoio da Abigraf-SP. Nele, especialistas ensinam como transformar o próprio estabelecimento em uma ferramenta para atrair mais clientes e aumentar o faturamento. A Escolar Expience e o Seminário de Educação Office Brasil também estão na lista de atrações deste ano.


Entre as novidades destaca-se, também, a mudança de espaço. Desta vez, o Expo Center Norte será a casa da Escolar. A Dello acredita que a mudança de pavilhão vai trazer benefícios para os visitantes e expositores. “O Center Norte, além de climatizado, é um pavilhão mais uniforme e de ótima infraestrutura de recepção”, conta Juliana Rett, gerente de marketing da empresa.


 A mesma opinião tem os representantes das empresas Grupo Mantica, Menno Gráfica e Informática, Cyclone e Editora DCL. Eles são unânimes ao afirmar que o novo tamanho do pavilhão é mais adequado, pois facilita a circulação e integração de pessoas. A mudança está sendo encarada de forma positiva. “Esse novo local trará uma energia renovada e diferente para os visitantes que participaram de todos os anos, principalmente, mas também para um público novo”, explica Nathalia Ibelli, supervisora de marketing da DAC.


Infraestrutura do novo local e ambiente climatizado são as apostas da Culturama, editora e distribuidora de livros. A expectativa da Interponte Comercial quanto à mudança de espaço da Escolar é facilitar o acesso dos visitantes e compradores. “Eles já conhecem o local devido aos demais eventos que acontecem lá. Esperamos que as negociações sejam as melhores possíveis”, conta Lusia Estevão Casado, assistente administrativa. 


Depoimentos dos participantes:


“Queremos ampliar nosso público, mostrar nossa especialização em materiais de matemática, que atendem a todo o Brasil e possuem excelentes condições de revenda”. Talita Mazzi, MMP Materiais Pedagógicos. 


A Ponto SP vai apresentar cadernos, agendas, cadernetas e marcadores de página com detalhes artísticos de obras de artistas brasileiros como Tarsila do Amaral, Candido Portinari, Tomie Ohtake e Paulo Leminski. 


A estreante Bugababy vai levar produtos exclusivos para bebês e crianças com a marca americana Oops e com a suíça Stephen Joseph, com seus produtos caracterizados por bichinhos animados. 


O objetivo da estreia da Fujifilm é mostrar aos visitantes como as papelarias podem incrementar serviços com as soluções de impressão da empresa. 


“Como somos novos no mercado, gostaria de, por meio da feira, fazer mais contato, ganhar mais visibilidade e nome no mercado”. Yanni Yang, Gosuper Internacional


 “A participação da Acrimet na feira tem caráter institucional e é uma oportunidade para estreitar e fortalecer laços com clientes. Vamos apresentar nossos produtos de organização com novas cores”. Natália Gastaldo, Acrimet


 “A feira é uma grande vitrine para divulgarmos nossos produtos”. Jéssica Borba, Waleu


“Sempre temos uma expectativa otimista. Creio que a mudança do espaço é o pontapé inicial para melhorar o desempenho da feira, obter novos resultados”. Flávio Nogueira de Queiroz, Injex Pen


“Entendemos que a Escolar Office Brasil é o start do volta às aulas. É a partir da feira que se iniciam os pedidos dos clientes e é lá que podemos apresentar nossas novidades diretamente para eles”. Marici Foroni, Foroni


 “A Dello está ciente de que os visitantes, em sua maioria, buscam, além de novidades, melhores condições de negociação, e o intuito é atender a essas expectativas. A empresa promete apresentar um mix rentável para as papelarias de todo o Brasil se sustentarem em um cenário econômico desafiador. A categoria organização tem crescente demanda no país, prova disso são os inúmeros programas de TV ligados ao tema e a quantidade de personal organizers que se formam todos os dias e colocam os serviços à disposição para empresas, casas e home offices. Atualmente, a demanda de serviços de organização personalizada tem aumentado 30% ao ano, segundo levantamento da PEGN TV”. Juliana Rett, Dello


“A feira será a oportunidade ideal para apresentarmos a inovação dos cadernos Atoma, que têm um sistema de discos ou anéis de ligação para reposicionamento ou intercâmbio de folhas”. Ana Paula Vaz, Brabelg


A participação da Denlex na feira é vista como prioridade para a empresa. “É na Escolar que fidelizamos clientes  antigos, que sempre nos visitam em todas as edições”. 

 

< Anterior | Próxima >