Revista da Papelaria

Início » Notícias / Negócios » Missão: comprar bem!

22/12/2017

   

Missão: comprar bem!

O desafio é estar sempre alerta às tendências do mercado

O período de voltas às aulas já bate à porta. É a época de maior volume de vendas nas papelarias em todos os cantos do país, mas o trabalho para garantir as vendas de material escolar já começou faz tempo. De acordo com Francisco Lopes Rodrigues, gerente de suprimentos da Caçula, uma das principais empresas do setor no Rio de Janeiro, o trabalho do profissional de compras é intenso e começa oito meses antes.


“A gente acompanha o calendário dos principais eventos do país e do mundo o ano todo para planejar as compras. Estreias de cinema, os principais desenhos animados, os personagens que podem ser tendência. A gente estuda muito o mercado e ouve o cliente para atender os perfis e as necessidades”, explica Francisco.


A rotina de trabalho dos 23 profissionais de compras da Caçula vai desde o acompanhamento do estoque do centro de distribuição e das lojas da rede, passa pelas pesquisas de preço, negociações, pela compra propriamente dita, logística de entrega, até o apoio aos gerentes de loja na administração do estoque. O trabalho é intenso no período de outubro até janeiro, quando as prateleiras começam a ser renovadas e são feitas as encomendas para o período de volta às aulas. O comprador também precisar ir a campo, ver como o mercado se movimenta, como os concorrentes atuam e como os fornecedores se colocam em outras regiões, estratégias importantes que influenciam a decisão de compra.


Mas não só de material escolar e volta às aulas vive a Caçula. Conhecida pela variedade de seus produtos, a rede se consolida em outros setores. O mix essencial de papelaria representa 40% das vendas da rede; e produtos de escritório, informática e aviamentos têm lugar de destaque nas prateleiras e nos catálogos da empresa. Diante das mudanças econômicas dos últimos anos, o setor de bazar e armarinho tem apresentado um crescimento nas vendas da rede.


Otimista em relação ao aquecimento do setor para o fim do ano, Francisco prevê um aumento de 15% nas vendas de material escolar e papelaria em relação ao ano de 2016. A Caçula distribui para centenas de lojistas do Rio de Janeiro e tem investido em recursos para a melhoria da qualidade do atendimento aos papeleiros.


Para o gerente de trade marketing da Caçula, Pablo Balbi, é fundamental estar junto do cliente e entender que suas reais necessidades são fundamentais para garantir um atendimento personalizado. “Estamos nos aproximando cada vez mais do nosso cliente. Temos vendedores externos que visitam os papeleiros e têm a missão de conhecer a fundo o cliente. A tendência do mercado é personalizar o atendimento. A gente vem desenvolvendo um trabalho de acordo com o perfil do cliente”, evidencia Pablo.

 

< Anterior | Próxima >