CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Marcas

50 anos de uma nova perspectiva

Compartilhe

A maior fabricante de lousas do Brasil, a Souza, é inspiração para outros negócios

O objetivo de José Ferreira de Sousa era dar uma nova perspectiva de vida para a sua família. Assim, o caminho escolhido foi a criação de uma empresa no longínquo 1969. O foco do empreendimento era o atendimento às mercearias da região de Bauru e Jaú fornecendo rodinhos. O nome escolhido: Souza.

Passados 50 anos, aquela iniciativa resultou em uma empresa com mais de 200 funcionários e três unidades fabris. E, claro, a família, inspiração inicial, está envolvida há três gerações.

Determinação, resiliência e atualização com os novos hábitos do consumidor
José Ferreira de Sousa

Com um início difícil, a situação da empresa teve um grande impulso logo depois de três anos de criação, quando participou e ganhou a licitação para fornecer 1 milhão de apagadores para lousas no estado do Rio de Janeiro. Foi o suficiente para o negócio conquistar o equilíbrio financeiro e, com a gestão acertada, consolidar a empresa em um cenário cheio de oportunidades. Segundo Junior Sousa, gerente de suprimentos da empresa e filho do fundador, a situação da economia brasileira ajudou para esse pontapé inicial, que coincidiu com a época de bons investimentos na área da educação no país.

No entanto, não só a estrutura política foi favorável para os negócios. A gestão da empresa também foi fator fundamental ao se manter visionária e fazer o que todo bom empresário deve se atentar: parcerias. Assim teve início a relação de parceria com a Tilibra e, a partir dela e de seus representantes, a Souza se tornou conhecida pelas papelarias.

Ao longo do tempo, a fabricante expandiu seu mercado ao investir no desenvolvimento de novos equipamentos e processos, que, consequentemente, diversificaram o mix de produtos oferecidos. Mas essa variedade só foi efetivada no ano de 2007, quando a Souza teve uma separação societária e adquiriu mais liberdade para criar novas linhas.

Já em relação aos desafios enfrentados, a família passou pelos mesmos obstáculos e questionamentos que todo empresário se depara. Desde a dificuldade em estabelecer uma estrutura comercial à complexa legislação e processos burocráticos para formalizar o negócio. “Para ser empreendedor no Brasil, tem que ter muita determinação e muita resiliência. Além, é claro, de estar antenado com todas as mudanças de hábitos de consumo e comportamentos”, avalia Junior Souza.

O olhar para o futuro 

Sobre os novos planos que envolvem a empresa, Junior declara a continuidade de investimento em novos equipamentos, além do fortalecimento da parceria com os mais de 12 mil pontos de vendas. O executivo ressalta, ainda, a importância de estender a produção de novas linhas de produtos e a diversificação de novos canais de distribuição.

A atualização frequente da linha de produtos mostra que a atuação da Souza vai além do mercado de lousas. Na verdade, a marca atua no segmento de papelarias com três categorias de produtos: Educação, que produz lousas, apagadores, mesas para desenhos, entre outros itens; Arte e Cultura, que conta com produtos como cavaletes, estojos e telas de pintura; Office, que tem caixas de correspondência, suporte para monitores, apoio ergonômico para os pés, entre outros itens.

As lousas e quadros da Souza são tradicionais itens de linha da empresa, que agora assina com uma nova marca.

Mais cor, por favor

Recentemente, a Souza surpreendeu seus clientes com o lançamento da linha Color, que promete deixar os ambientes mais descontraídos e alegres, além de pensar no bem-estar dos colaboradores. Para a marca, as cores podem interferir nas sensações psicológicas, como humor e motivação, e ajudam na concepção da imagem de organização que as empresas desejam transmitir.

Post anterior
Próximo post