CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Varejo Volta às Aulas

A todo vapor!

Compartilhe
Papelaria Volta as aulas

Mesmo às vésperas do Natal, preparativos para o volta às aulas mobilizam papelarias em todo ao país

Em Picos, cidade com cerca de 80 mil habitantes no interior do Piauí, Ana Kelles está animada para o volta às aulas 2019. O negócio familiar que ela comanda junto com a irmã, o cunhado e o marido tem apenas três anos e meio e dois funcionários, mas já está colhendo frutos. No ano passado, foram pegos de surpresa com as compras escolares antecipadas. Que foram feitas por famílias que aproveitaram o décimo terceiro salário para adquirir o material escolar dos filhos. “A experiência nos mostrou que podíamos nos antecipar. Já estamos fazendo pedidos e esperando as famílias, informa a diretora da Mix Papelaria e Artigos. Entre os produtos de destaque estão os planners, versões de agenda mais completas e que contribuem para a organização e o planejamento de atividades diversas. “Também observei muita procura por materiais em tons pastel. Essas cores estão em alta”, comenta Ana.

“Também observei muita procura por materiais em tons pastel. Essas cores estão em alta”

Ana Kelles, Mix Papelaria e Artigos. Picos (PI)

No Centro-Oeste, Salete Deonilce Tomazetto Fogaça, que é leitora assídua da Revista da Papelaria, para ficar por dentro das tendências e novidades, está há 33 anos à frente da Papelaria Aquarela, localizada na pequena Diamantino (MT). Junto com o marido e mais três funcionários, ela está mais animada do que no ano anterior. “Cerca de 60% do estoque já está feito e começamos a planejar as estratégias de divulgação”, conta. Entre os destaques do momento, ela cita também as cores em tom pastel que dominaram diversos itens, como lápis, canetinhas, cadernos e os onipresentes unicórnios. “Em capa de caderno, em itens de decoração, tudo tem unicórnio. Já comprei cadernos com essa temática. Agora falta investir em opções mais neutras, para um público mais adulto”.

“Os moradores têm família em outras cidades. Raramente aparecem clientes antecipando compras de material escolar em dezembro”

Salete Deonilce Tomazetto Fogaça, Papelaria Aquarela. Diamantino (MT)

Além dos banners de sinalização da loja, Salete vai promover o sorteio de uma bicicleta e de kits de produtos escolares em sacolas personalizadas com o emblema da papelaria, a partir do dia 5 de janeiro. Todas as compras acima de R$ 50 terão direito a uma raspadinha e à chance de ganhar prêmios. Ela optou por concentrar a promoção em 2019, já que a cidade fica esvaziada no fim de ano. Diamantino tem cerca de 20 mil habitantes e está a 200 km da capital, Cuiabá. “Os moradores têm família em outras cidades, viajam e só retornam depois de 20 de janeiro. Raramente aparecem clientes antecipando compras de material escolar em dezembro”, observa.

Na região do ABC Paulista, desde 1992, a rede de lojas Mais Valdir trabalha fortemente em todos os segmentos de produtos do volta às aulas. Com lojas grandes e confortáveis, com ar-condicionado e comodidade, fazer compras na Mais Valdir é uma experiência e tanto para amantes de papelaria. São cerca de oito mil itens, entre escolares, para escritório e uso do dia a dia. “Temos um grande diferencial no período de volta as aulas, que é o atendimento personalizado, com atendentes no balcão que facilitam o processo. Também transformamos o layout da loja. Nesse período, ela fica praticamente com 80% de seu espaço físico tomado por produtos de volta às aulas”, explica Rodrigo Carvalho, gerente executivo.

Papelaria Mais Valdir
No período do volta às aulas, 80% das lojas da rede Mais Valdir são tomados por itens escolares.

“Transformamos o layout da loja. Nesse período, ela fica praticamente com 80% de seu espaço físico tomado por produtos de volta às aulas”

Rodrigo Carvalho, Mais Valdir. ABC Paulista (SP)

Para ele, a expectativa deste ano é melhor em função de fatores externos. Como o otimismo quanto ao cenário econômico e a definição da situação política no Brasil. A empresa também inaugurou nova loja na cidade de Suzano, com grande potencial de vendas. “Temos grande expectativa na linha de mochilas juvenis, que apresenta forte crescimento nos últimos anos”, destaca Carvalho.

Já na Região Norte, em Porto Velho (RO), Alessandra Budziak aposta nas mídias sociais da Papelaria Capital para atrair clientes. Com 26 anos de negócio, a Capital é papelaria e gráfica rápida, oferece serviços variados de fotocópias, impressões, plotagens, encadernações e plastificação de documentos e, com 17 colaboradores, tem se reinventado também na internet.

As estratégias on-line são centradas no perfil do Instagram @papelariacapital, com mais de quatro mil seguidores. “Estamos intensificando nossa presença nessa mídia social para fortalecer as vendas no volta às aulas e também nos demais meses do ano. Nós também nos preparamos com pesquisas para saber as necessidades de nossos clientes, o que eles estão querendo comprar”, conta. Alessandra observa que essas estratégias se fizeram importantes porque, no último ano, o mercado papeleiro expandiu. Há grande variedade em produtos. “Sempre ficamos antenados com essas novidades e com a demanda de nossos clientes para oferecermos esses produtos em nossa loja. Estamos mais conectados e investindo nessa conexão com postagens patrocinadas no Instagram”.

Papelaria Capital
A Papelaria Central está atenta à demanda por produtos “fofinhos”, mesmo durante o volta às aulas

“Consumidores têm notado as papelarias como um lugar em que encontram presentes em função da crescente busca por se organizar e ter produtos ‘fofinhos’. As redes sociais foram fortemente responsáveis por essa mudança de comportamento”

Alessandra Budziak, Papelaria Capital. Porto Velho (RO)

O sucesso das postagens na rede social pode ser medido pela quantidade de clientes que vão até a loja querendo um produto específico que viram por lá. Mas Alessandra aposta também na febre de produtos de animais: lhamas, unicórnios, sereias, bicho-preguiça, cactos, além dos clássicos personagens da Disney licenciados. “As vendas estão super em alta, assim como a dos planners, com modelos esgotados!”. Para ela, um fator que tem contribuído com o aumento das vendas é a associação de itens de papelaria ao status de presente. “Consumidores têm notado as papelarias como um lugar em que encontram presentes em função da crescente busca por se organizar e ter produtos ‘fofinhos’. As redes sociais foram fortemente responsáveis por essa mudança de comportamento”.

Da Região Norte para a Região Sul, Daniel Ayoub, que comanda a Casa Dois Irmãos, observa outra mudança no comportamento do consumidor do volta às aulas: o aumento das vendas pela internet, que altera o movimento nas lojas físicas. “Mas já estamos recebendo algumas famílias que recebem o décimo terceiro salário e optaram por antecipar as compras escolares”, observa.

“Agora que o período eleitoral passou, as pessoas estão mais tranquilas e voltam a comprar. Para mim, a crise é vitamina para quem tem determinação”

Daniel Ayoub, Casa Dois Irmãos. União da Vitória (PR)

Localizada na divisa entre o Paraná e Santa Catarina, a cidade de União da Vitória, onde a Casa dos Irmãos está tem cerca de 56 mil habitantes. O perfil de consumidores é variado, desde mães e pais que controlam as listas até adolescentes que querem fazer escolhas sozinhos. “Hoje, os jovens estão conectados e descobrem referências de produtos lá da Austrália que querem comprar aqui. Temos que estar preparados para ter essas opções em estoque. Participo das feiras para ficar por dentro das tendências e novidades, pois elas são nosso termômetro”, conta. Para ele, as expectativas para janeiro são positivas. “Agora que o período eleitoral passou, as pessoas estão mais tranquilas e voltam a comprar. Para mim, a crise é vitamina para quem tem determinação”, conclui, otimista.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *