CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Inovação

Folia nas papelarias | Carnaval 2020

Compartilhe

Durante a semana de Carnaval, muitos consumidores recorrem às papelarias para montar suas próprias fantasias ou procurar inspiração para a folia

O Carnaval 2020 já começou para muitos brasileiros, apesar de ser oficialmente na terça-feira, dia 25 de fevereiro. As festas e blocos já se espalharam pelos estados, mas muitos foliões continuam sem ideias de fantasia e temas para os blocos deste ano. Por isso, as papelarias se tornaram um possível destino para a compra de purpurinas, tintas para rosto e corpo, papéis de artesanato, cola quente e adesivos corporais, tanto para os foliões planejados quanto para aqueles que deixaram para a última hora. A moda do DIY (Do It Yourself, ou faça você mesmo) é febre nas redes sociais e incentiva a criatividade, diminuindo o preço de um investimento em uma fantasia pronta. Então, fica o questionamento: quem disse que não tem comemoração carnavalesca dentro das papelarias?  

O termo DIY, segundo o blog Fazedores.com: “refere-se a qualquer coisa projetada, modificada ou fabricada pela própria pessoa, sem a ajuda de profissionais. É o famoso ‘faça com as próprias mãos’”. Júlia Bittencourt, de 24 anos, afirma sempre apostar na prática para poder inventar diversas fantasias com seus amigos e com o namorado, em Itabira, Minas Gerais. “Na minha cidade não tem muita opção, então, a gente acaba comprando alguns acessórios separados e criando as nossas próprias fantasias”. Ao ser perguntada sobre o motivo de não comprar itens prontos, a engenheira explica que o preço é uma das maiores razões de sua escolha. “Algumas fantasias custam em torno de R$ 70 a R$ 80, e a customização pode ser só de acessórios, custando bem mais barato”.

A Revista da Papelaria indica alguns produtos que as papelarias podem investir para receber os consumidores em clima de Carnaval:

Purpurinas biodegradáveis

O portal Nexo, explica em uma matéria que as purpurinas são microplásticos, que não podem ser recolhidos e levam centenas de anos para se decompor na natureza. Quando essas partículas minúsculas chegam ao oceano, causam danos à vida dos seres marinhos: prejudicam a fotossíntese de algas e podem ser engolidos por peixes, tartarugas e outros animais. Por isso, as purpurinas biodegradáveis podem ser uma opção de venda sustentável para as papelarias brasileiras. A marca Purpurine (@ppurpurine) é especializada nesse tipo de item e oferece diversas cores dessa linha especial. Além disso, a marca Colormake também oferece esse produto em seu portfólio. 

Papéis E.V.A

Os papéis E.V.A., além de serem brilhantes e coloridos, são muito recomendados para a customização de fantasias por serem maleáveis, reutilizáveis e resistentes, por isso, podem ser usados em diversos blocos de rua.

Tiara lisa ou arames maleáveis

Esses acessórios são os favoritos do Carnaval, possibilitam diversas fantasias diferentes e dão oportunidade de inovar e ser criativo.

DIY feito com arames maleáveis e Papel E.V.A

Adesivos corporais

Muitas pessoas preferem apenas apostar em acessórios em vez de criar uma fantasia inteira. A marca Contém Glitter apresenta uma diversidade de produtos especiais como tattoos para o corpo, delineadores adesivos, joias para pele e oferecem as purpurinas biodegradáveis.

Franjas para fantasias

Fitas de cetim, de tecido e de papel metálico, também apareceram nas fantasias dos famosos e dos influencers no Carnaval. O grande protagonista das fantasias instagramáveis são fundamentais nas papelarias durante o feriado.

Dica da Revista | Atividade de pintura no rosto para o Carnaval

Para aumentar a interatividade dentro das papelarias, atividades de pintura no rosto para crianças podem atrair muitos foliões durante os festejos. Alguns nomes do segmento já apostaram nessa ideia, como a Caçula. A loja promoveu encontros que aconteceram nas filiais da Barra da Tijuca e do Centro, no Rio de Janeiro, junto com Guto Junior, convidado pela Colormake e especializado em pintura artística em crianças. Junior afirma que as papelarias localizadas em shoppings, que abrirão todos os dias, menos na terça-feira, dia 25, podem atrair os visitantes, assim como as papelarias de rua podem atrair as crianças que aproveitarão os blocos.

A atividade demanda poucos itens, e o artista sugere as tintas pastosas da Colormake, pó neon e glitter para usar nas crianças. Ele afirma que muitas pessoas acham que se usa tinta guache, mas, na verdade, elas são químicas e acabam sendo agressivas para os pequenos. Por isso que o extenso portfólio da Colormake é uma referência na ação, segundo Junior. Com produtos como tintas metálicas, glitter, tintas para efeitos especiais, tintas fluorescentes, entre outras, a marca apresenta tintas à base de água e uma lista de produtos cruelty free (não testados em animais). Além desses, a Faber-Castell também oferece lápis testados dermatologicamente para fazer pintura no rosto e potinhos para pintar com o dedo.

Sobre o artista:

Gualter Cândido Junior atualmente está presente em festas infantis com pinturas faciais, mas também trabalha com caricatura. O artista participa de casamentos, festas de 15 anos e eventos corporativos. (@gutoarts)