CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Artes e artesanato Escritório

Marcando presença

Compartilhe

Prestação de serviços de carimbos é oportunidade para papelarias e um mercado a se considerar para quem deseja investir

Papéis, burocracia e legitimidade são algumas das características que percorrem a mente das pessoas quando o assunto é carimbo. O item, que ocupa espaço desde muito tempo na rotina de trabalho de escritórios e repartições públicas, tem mostrado que não precisa estar designado somente a essa finalidade. Com novas funções, mais práticos e modernos, as inovações no produto crescem e ganham novos tipos de consumidor.

Com mais possibilidades proporcionadas a partir da tecnologia, a produção de carimbos se atualizou, como a capacidade de produção de imagens a partir de programas como o CorelDraw, além dos carimbos autoentintáveis, que possibilitam a troca do refil pelo consumidor, modificando, inclusive, a cor. 

Para Juliana Panadés, diretora da Via Minas, distribuidora multimarcas de carimbos e insumos, isso abre oportunidades para as papelarias levarem novidades aos seus clientes. “As crianças adoram, pois pode ser confeccionado um carimbo com o seu personagem predileto”, afirma.

Se o questionamento é se vale a pena investir na produção de carimbos em sua papelaria, a diretora da Via Minas pontua que o valor da máquina foto expositora varia de R$ 900 a R$ 1.600. Além disso, torna-se uma boa oportunidade para fazer o cliente voltar ao estabelecimento na busca do serviço pronto. “Quem não quer que o cliente retorne à sua loja?”, pergunta.

Para Angelo Demetres, diretor comercial da empresa Sitari, distribuidora multimarcas de carimbos e insumos de São Paulo, ao se tratar da rentabilidade, o retorno que a comercialização de carimbos traz para os revendedores é, em média, de 180% a 250%, ou seja, vale investir nesse setor. Há mais de 29 anos na área fornecendo o item para todo o Brasil, a empresa também importa e distribui máquinas para a confecção de carimbos com tecnologia a laser.

A Nykon oferece variados modelos de carimbos e máquinas. Entre seus distribuidores está a Via Minas.

O que torna a iniciativa da prestação do serviço ainda mais interessante é que não é necessário um treinamento específico para quem for manusear o maquinário, pois a maioria deles, inclusive, vem com material autoexplicativo para orientar o uso. A Carimbos Nykon, por exemplo, disponibiliza treinamentos on-line e suporte técnico para qualquer eventualidade.

Já em relação à venda de carimbos pré-impressos, aqueles mais simples como “Pagos” ou “Recebidos”, é importante para as papelarias diversificarem suas prateleiras com as novidades do mercado. Os carimbos-caneta, com sua ponta smart, proporcionam o uso em tablets e celulares e podem ser uma aposta para a atualização dos escritórios. Já o modelo pocket mostra sua praticidade ao ser portátil e caber no bolso. Outro ícone de vendas da marca Carimbos Nykon é o carimbo da linha antibacteriana, que pensa justamente em quem trabalha na área da saúde. O produto, que tem tecnologia Microbial, impede a propagação de microrganismos em até 99,45%, aponta Erico Luiz Nunes, presidente da empresa.

Com a pauta sobre responsabilidade social cada vez mais assídua nos debates e com a necessidade de otimização do tempo, os produtos se ressignificam –  e no mercado de carimbos não é diferente. “Existe uma tendência ao uso de menos madeira e mais plástico até pela ideia de sustentabilidade e mentalidade ecologicamente correta. Os carimbos automáticos permitiram maior possibilidade de tamanhos, o que não seria possível fazer em madeira. Também foi inserido no próprio carimbo automático um refil de tinta, diferentemente dos carimbos básicos que precisam de uma almofada, além do movimento com a mão para carimbar o papel”, explica Jardel.

O negócio na prática

As máquinas a laser são apenas um dos itens do vasto portfólio da Sitari. Sediada em São Paulo há quase 30 anos, a empresa fornece carimbos, insumos e equipamentos para o país todo.

Para João Pereira, dono da empresa Copiadora Talof, o fluxo de vendas é considerável e mostra que prestar o serviço em sua loja trouxe bom retorno. Quando perguntado sobre o tamanho da máquina e se ela compromete o espaço da loja, ele afirma que não, que pode ter as medidas próximas às de um fogão. Já em relação à procura dos carimbos, o dono esclarece que a maior parte das pessoas que procuram é para fazer CNPJ de sua empresa ou pessoas da área da saúde. A Via Minas atende a Copiadora Talof com carimbos de variados fabricantes e insumos para a máquina foto expositora.

A empresária Amanda Lima começou sua história com o mercado de carimbos a partir de uma prévia experiência no ramo de costura e artesanato. A vontade de tocar um negócio nesse ramo surgiu após uma visita à casa de uma amiga que já trabalhava na área. A partir disso, se motivou com a ideia, se estruturou e fez com que nascesse a empresa Os Carimbeiros, negócio comandado por ela e pelo marido.

Nascida em 2017, a marca arrasa corações com seus modelos personalizados e com estilo delicado de florezinhas a frases cativantes. Segundo Amanda, é um mercado interessante, pois o setor de artesanato está sempre se renovando e é possível inovar nas criações frequentemente. A empresária ainda comenta que recebe um retorno considerável, e a procura por seus produtos geralmente são de pessoas envolvidas com o artesanato. Presente apenas nas plataformas on-line, Amanda pretende expandir seu negócio para as revendas e está disponível para receber as papelarias interessadas.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *