CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Estratégia

Como movimentar o seu ponto de venda

Compartilhe

Ações promocionais podem ser fortes aliadas para o varejo se manter atraente e lembrado

O desafio de manter o ponto de venda de uma papelaria movimentado é algo que os papeleiros certamente entendem. A sazonalidade característica desse segmento é uma questão que, para ser contornada, requer planejamento do lojista para elaborar as ações promocionais. Nós mostramos como fazer isso.

Em entrevista para a Revista da Papelaria, Alessandra Porto, profissional de marketing e comunicação e professora de Comunicação Social do IBMEC-RJ, dá dicas de como se planejar para elaborar ações promocionais e ser assertivo.

Para Alessandra, se pudéssemos elencar os principais tópicos do planejamento, o primeiro passo definitivamente seria a pesquisa. Nessa fase, o lojista procura entender as características do seu varejo e da sua localização, que têm influência direta no momento da escolha do mix de produtos e serviços da papelaria. Além disso, também é importante estar atento à essência do público e como ele se comporta, para, assim, começar a elaborar táticas promocionais.

O segundo passo é a questão de como usar o calendário a favor das vendas. “É importante fazer um mapeamento das datas promocionais como Dia das Crianças, Dia dos Pais e outros. A partir de então, você poderá oferecer ações que nortearão todo o trabalho promocional, visando gerar vendas e movimento pensando nessas épocas do ano”, explica a profissional. Por outro lado,

Alessandra salienta que utilizar as datas como guia é de grande ajuda, mas que também há como promover as vendas usando a criatividade e o pensamento estratégico. Aqui é onde os resultados da pesquisa dão os subsídios necessários para ajudar a ampliar o olhar do lojista e fazê-lo ser assertivo.

Por onde começar…

Veja as dicas e ideias de ações que Alessandra Porto reuniu para ajudar a nortear os papeleiros, que podem se inspirar e começar a colocar em prática!

1- Esse é um fator que pode ser grande aliado na hora de impulsionar as vendas. O melhor é que os dois lados ganham! Como fazer? Mapeie as possibilidades!

Alessandra Porto: “Faça um levantamento de escolas da região. Na prática, o que você pode estabelecer como parceria? Por exemplo: ‘deixe sua lista de material escolar conosco e ganhe desconto’, ou também: ‘você descobriu que na região onde a sua papelaria está localizada existem cursos de artesanato e de pintura’. Veja se vale a pena ampliar o seu mix de produtos e serviços, e vender artigos como tintas, pinceis e telas. Pensando nisso, ofereça parcerias”.

2- Se a papelaria tiver espaço, aproveite-o!  

Alessandra Porto: “As lojas que possuem um espaço físico maior podem fazer parcerias com diferentes marcas e fabricantes e oferecer cursos livres dentro da própria papelaria. Outra ideia é promover oficinas, como por exemplo “quer aprender pintura em tecido? Participe da nossa oficina”. Tais táticas servem como uma maneira de aquecer as vendas, e fazer com que as pessoas visitem mais a sua loja.

3- Para as papelarias que têm espaço físico limitado ou desejam promover ações sem parceiros, fazer concursos e sorteios pode ser uma alternativa.

Alessandra Porto: “É o caso de uma ação promocional individual, em que o lojista pode, por exemplo, comprar uma bicicleta e sortear para os clientes, sem parceiro nenhum, limitando os participantes a um valor mínimo de compra, como ‘Na compra acima de R$ 100,00, pegue o seu cupom e concorra a uma bicicleta’, “Papelaria X quer te ver pedalando’… O papeleiro pode fazer um concurso cultural no ponto de venda, sem parceria, e estabelecer que quem melhor completar a frase ‘Minha mãe é…’, ganha o prêmio”.

4- O merchandising é outro elemento que faz parte do escopo do marketing promocional, já que ele é tudo aquilo que se faz no ponto de venda para chamar atenção do produto, sendo a ação promocional também parte desse processo. O ideal? Invista nos dois!

Alessandra Porto: “Uma promoção de vendas exigirá que o lojista arrume o ponto de venda. Para isso, é recomendável usar material de merchandising, um adesivo de chão por exemplo. Se houver sorteio com uma urna, o papeleiro pode adesivar o chão até chegar à urna”.