Google Analytics --> Não basta ter o mix certo, tem que saber mostrar - Revista da Papelaria
CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Estratégia Gifts Organização

Não basta ter o mix certo, tem que saber mostrar

Compartilhe
Papelaria Não basta ter o mix certo, tem que saber mostrar

O sucesso das tendências no mercado de papelaria está intimamente ligado à disposição do produto. Será que o seu negócio pode melhorar a organização dos produtos de maneira correta?

A papelaria é um segmento que difere dos outros pelo tamanho dos produtos oferecidos. Porém, mesmo com itens pequenos, o lojista não pode deixar de pensar em uma vitrine atrativa para os produtos-tendência serem porta de entrada para o consumidor se interessar pela loja.

De acordo com a vitrinista, professora de visual merchandising e responsável pelo blog Visual Merchandising na Prática, Maia Melo, o ideal é que se pense em uma organização lógica e, mesmo que ofereça todas as grandes tendências do momento no interior, foque um assunto específico em cada um dos ambientes.

“Não exponha tudo de uma só vez, porque, quanto maior o volume, maior a perda de foco e atenção do cliente. Ainda mais se tratando de produtos pequenos como, em geral, funcionam as papelarias. Se quiser focar os unicórnios, por exemplo, trabalhe apenas essa cartela de cores e personagens, principalmente na vitrine, mas também no interior da loja”, explica Maia.

A profissional também ressalta a importância das tendências, que são chamadas de produtos de impulso. Maia Melo explica que é fundamental que esses produtos estejam em destaque na semana de lançamento, porque eles serão o chamariz para atrair a atenção do cliente.
A portuguesa Regina Pinheiro também é especialista em projetos de visual merchandising e tem mais de 30 anos de experiência na área. Segundo ela, o vitrinismo é cada vez mais importante em todos os setores do varejo.

“Não basta ter produto! É necessário valorizá-lo, pelo storytelling que é feito no vitrinismo, no atendimento e em toda a comunicação da empresa. Uma loja precisa de várias estratégias de marketing para se tornar memorável para o cliente: uma mostra criativa, informativa ou com uma excelente exposição de produto é uma das ferramentas mais fortes para cativar a atenção e angariar novos clientes”, afirma.

As vitrines que fazem a cabeças dos consumidores!

Confira as dicas de Maia Melo e torne sua vitrine seu vendedor.

Sempre mantenha uma sequência de produtos. Se o item principal de exposição de loja é o caderno “x”, não coloque no meio de outros cadernos. A estrela deve estar em meio a coadjuvantes relacionados e, assim, gerar mais venda. O cliente, quando procura algo, está atrás de uma solução que nem ele sabe que tem. Se tiver todos os cadernos no mesmo lugar, por exemplo, ele não vai conseguir resolver a necessidade dele por conta da mistura de focos.

Pensar em cor é importantíssimo! Quando pensar na vitrine ou mesmo na organização no interior da loja, é necessária uma sequência lógica de cor. Use a escala de cores do círculo cromático, porque, com contraste de cor, o cérebro tem mais dificuldade de entender o que agrada e o que não agrada. Tente colocar tudo o mais harmonioso possível!

Mesmo antes do volta às aulas, faça uma vitrine lúdica e divertida para as crianças ou adolescentes (dependendo do público principal da papelaria). Isso vai servir para que, em janeiro, o público volte para aproveitar a época mais importante das papelarias. Manter uma vitrine atrativa planta uma semente no inconsciente das crianças e adolescentes, que podem se lembrar disso nos meses seguintes.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *