Google Analytics --> Papelaria é felicidade - Revista da Papelaria
CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Consumidor Escrita

Papelaria é felicidade

Compartilhe

Relato de mãe e filha apaixonadas por produtos de papelaria não deixa dúvidas

Uma paixão que atravessa gerações! Nas canetas coloridas, Post-its e marcadores de textos, a médica Paula Almeida e sua filha Maria Fernanda Almeida encontram algo em comum. Chegando ao 8º ano do ensino fundamental, a jovem de 13 anos já coleciona, com o apoio da mãe, todo tipo de artigo de papelaria. No estojo não podem faltar canetas e marcadores de texto. “Eu adoro comprar caneta e marca texto Stabilo. De preferência, na cor amarela! Stabilo não tem comparação! É muito bom e ainda tem edição em tom pastel que eu amo”, conta Maria.

No ranking das papelarias preferidas da dupla, a Kalunga fica em primeiro lugar. Maria Fernanda atribui isso à variedade e qualidade dos produtos. “Eu gosto de chegar e ter a certeza que vou levar o que quero. Lá é assim!”. Paula resume: “Eu entro na Kalunga e fico doida!”.

Uma das últimas aquisições de Maria Fernanda foi uma caneta em formato de pena. Ela afirma que a compra estava fora da wishlist (lista de desejos), mas ficou realizada. A mãe confirma. “Aqui em casa todo mundo é apaixonado! Acho que a Ana (filha mais nova) ainda não despertou a paixão, mas a Maria vê qualquer artigo de papelaria e os olhos brilham! Com a caneta de pena foi assim”.

A médica lembra que em sua época escolar não havia a variedade de formatos, cores e tamanhos do mercado atual e isso conta bastante para as compras. A filha sintetiza a paixão por papelaria. “Papelaria me lembra felicidade! Não tem como estar numa papelaria triste”. Tanto é assim que, no último Dia das Crianças, o presente pedido por Maria Fernanda foi: ir à papelaria e comprar tudo o que quisesse!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *