CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Atualidade

Após 28 meses de taxas negativas, PMC aponta crescimento no segmento

Compartilhe

A Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, aponta crescimento de 1,5% em livros, jornais, revistas e papelaria em dezembro de 2019

Em dezembro, o varejo nacional apresentou retração de 0,1%, segundo dados obtidos pela Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), realizada pelo IBGE. Apesar da queda em comparação com o mesmo período do ano anterior, os números do varejo geral foram positivos em 2019, segundo o instituto.

No acumulado do ano, o setor pontuou crescimento de 1,8%. O segmento de livros, jornais, revistas e papelaria também apresentou crescimento de 1,5% em dezembro de 2019. Esse resultado interrompeu uma sequência de 28 taxas negativas. No entanto, no acumulado do ano, a categoria perdeu 20,7%, pontuando o pior desempenho entre todos os segmentos relacionados na pesquisa.

Como as papelarias figuram numa categoria que inclui o comércio de jornais e revistas – setores da economia que estão em profunda remodelação –, o índice da PMC não consegue auferir especificamente o desempenho do setor papeleiro.

Números da PMC em novembro

Segundo a PMC de novembro de 2019, divulgada em 15 de janeiro, o comércio varejista no Brasil cresceu 2,9% em relação ao mesmo mês de 2018. No entanto, a categoria Livros, Jornais, Revistas e Papelarias apresentou um recuo de 14,7% frente a novembro de 2018, contabilizando a 28ª queda consecutiva nessa base de comparação na PMC. De janeiro a novembro do ano passado, esse segmento da economia acumulou queda de 23%. O instituto aponta o fechamento de lojas, mudanças no comportamento do consumidor e o advento dos marketplaces como motivadores da queda.