CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Artes e artesanato

Sem limites para criar

Compartilhe

Marcadores permanentes permitem que artistas, ilustradores e artesãos, profissionais ou amadores, transformem qualquer material ou superfície em uma obra de arte

A quadrinista e ilustradora Julhelena (@julhelenacomics), de Belo Horizonte, teve, em 2014, uma ideia inusitada. Junto com seu namorado, ela passou a comercializar pedais de guitarra ilustrados (@pinksnowfx). A ideia era customizar os pedais com ilustrações divertidas. E que dialogasse com o público para o qual aqueles materiais seriam vendidos.

Com a proposta bem desenvolvida no campo das ideias, chegou a hora de colocá-la em prática. Foi nesse momento que a ilustradora enfrentou o primeiro desafio: qual material utilizar nos pedais? Era preciso um material que fosse permanente, mas que não perdesse as cores com o passar do tempo, e que também não perdesse a riqueza dos detalhes, mesmo em uma superfície pequena como os pedais.

Depois de testar tintas acrílicas e realizar diversas pesquisas no YouTube, a mineira chegou à solução: os marcadores permanentes. Os marcadores, também chamados de markers, são canetas permanentes de uso profissional. Trata-se de algo como canetinhas, mas mais pigmentadas, com vários tipos de pontas e modelos. Vários fabricantes já têm esses makers, que podem ser utilizados em diversas superfícies. Como paredes, papéis, vidros, porcelana, tecidos e até, claro, pedais de guitarra, como feito por Julhelena.

Segundo a ilustradora, as vantagens dos marcadores permanentes não aparecem só na produção dos desenhos para os pedais. Ela explica que, como os marcadores são bem pigmentados, eles são ótimos para dar luz às ilustrações e às pinturas feitas na tela e no papel. “Também utilizo para ilustrar paredes. É bom, pois o traço fica mais preciso. No caso dos pedais, passo um verniz por cima quando o desenho está pronto, e fica uma arte permanente naquele objeto”, explica Julhelena.

Vantagens para quem usa

Os marcadores permanentes se dividem em relação a sua composição. Existem os que são à base de água, de álcool ou solvente. Aqueles que são à base de água, como os da marca Posca, costumam possuir uma secagem rápida após o uso. Permitindo que você pinte outras camadas. A tinta oferece 100% de cobertura após a secagem, portanto, não será dissolvida quando outro traço for sobreposto.
Já os marcadores à base de álcool, além de secarem rapidamente, são à prova d’água. Os mais comuns são da marca Copic. Com eles, o artista ou ilustrador consegue efeitos em degradê facilmente. Aqueles com solvente em sua base possuem cores brilhantes e duram mais tempo. Entretanto, devido a sua composição, não devem ser usados por crianças nem por pessoas com alta sensibilidade ao composto.

Independentemente de sua base, os marcadores possuem acabamento perfeito, secagem rápida, variedade de pontas, permitem acabamento de verniz e pinturas com mais de uma camada. Entre os artistas, os preferidos são aqueles que não mancham o outro lado do papel e que funcionam bem em variados tipos de superfície.

Esse é o caso de Rodney Buchemi (@buchemi). O quadrinista, ilustrador e professor, que utiliza o papel como principal superfície para seus desenhos. Para ele, o uso de marcadores é essencial para agilizar seu trabalho e garantir uma mistura homogênea de cores, atingindo uma tonalidade única. Normalmente, Buchemi compra apenas as cores de que necessita para realizar uma ilustração. À medida que vai usando as cores, o ilustrador compra um novo refil ou troca as pontas. Elas ficam desgastadas com o tempo. “Não vejo nenhuma desvantagem ou problemas. Vejo mais soluções rápidas e vantagens em se trabalhar com marcadores”, defende o artista.

Versatilidade garantida

Desde a antiguidade, nossos ancestrais utilizavam as paredes das cavernas para a realização de desenhos que, com o passar dos anos, viraram objeto de estudo para entender a sociedade. Hoje, há artistas renomados que ganharam fama por utilizarem muros e paredes como superfície para sua arte. O polêmico Bansky ou os brasileiros Os Gêmeos são exemplos contemporâneos de quem usa a cidade como substrato para suas obras.

Atualmente, essa forma de expressão artística caiu no gosto dos decoradores e passou a compor as paredes de locais como restaurantes, lojas, escritórios, casas e apartamentos. Entretanto, se os artistas de rua optam por tintas em spray e látex, nas áreas fechadas é preciso que os materiais sejam adaptados. Deve-se ter esse cuidado devido à toxicidade e dificuldade de precisão nos traços dos materiais usados na rua. As canetas permanentes se tornaram, então, a ferramenta perfeita para transformar paredes em verdadeiros murais de arte, sem atrapalhar a criatividade.

O paulistano Giuliano Martinuzzo (@giulianomart) e a carioca Dani Purper (@dpurper) são artistas que ganharam fama pelo uso das canetas marcadores em suas artes na parede. Martinuzzo é reconhecido internacionalmente. Purper tem parte de sua arte feita com marcadores comercializada em grandes lojas, como a Urban Arts.

Não é preciso ser um artista renomado para transformar a parede de casa em um espaço criativo. Com a popularização das canetas marcadores e a facilidade de adquirir esses materiais, qualquer pessoa pode utilizá-los e dar uma nova cara ao ambiente.

Outra possibilidade de uso das canetas marcadores é na customização de tecidos e porcelanas. Em tempos de tutoriais de “Do It Yourself” (Faça você mesmo) no YouTube, qualquer pessoa pode encontrar formas de transformar um material em uma peça de artesanato. Com a versatilidade dos marcadores permanentes, praticamente qualquer objeto pode ganhar uma aparência sofisticada.

O artesanato com marcadores permanentes também pode ser feito em objetos de uso pessoal, como camiseta ou tênis. Os artesãos também podem utilizar essas canetas para confeccionar lembrancinhas singelas para serem comercializadas, como uma caneca decorada. Com criatividade e material adequado, qualquer público consumidor dos marcadores pode se tornar um artista em potencial.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *