CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Marcas

Valeu mudar e se reinventar

Compartilhe

Senso de oportunidade e superação de desafios marcam as quatro décadas da marca que já atuou como fornecedora de brindes e agora dedica-se aos produtos escolares e de organização.

No final dos remotos anos 1970, a Waleu deu início às suas atividades apenas com a produção de brindes em poliestireno – conhecido popularmente como isopor – para grandes empresas e campanhas eleitorais. A demanda foi grande, sendo necessário investir em novos maquinários e moldes.

Mais de 15 anos depois do surgimento da empresa, houve uma oportunidade de expandir o foco e entrar também no mercado de réguas escolares, tendo a Kalunga como primeiro cliente da nova linha de produtos e marcando a chegada da Waleu ao ramo da papelaria.

Um dos principais desafios enfrentados durante estas quatro décadas foi a chegada do mercado chinês ao Brasil, que gerou grande concorrência e obrigou vários fabricantes de brindes a fecharem as portas. Esse poderia ter sido um momento difícil vivido pela Waleu, mas foi a grande oportunidade que a empresa viu para mudar de vez o seu segmento. Assim, com a decadência do mercado de brindes, era possível se dedicar com exclusividade à linha escolar e, posteriormente, à linha de organização.

Para suportar a grande demanda de materiais a serem produzidos, a empresa passou por um crescimento estrutural e investiu em equipamentos modernos. Além disso, a contratação de um designer para a criação de produtos exclusivos e a participação em feiras nacionais e internacionais na área da papelaria foram fundamentais para o sucesso da marca.

Pensando no futuro, os esforços estão voltados para o aumento da visibilidade da empresa e para a expansão progressiva dos negócios. Com a inauguração do novo parque fabril, localizado em Diadema/SP, o principal objetivo é aumentar a produção dos itens.

Um olhar sustentável

O mundo está mais consciente e as marcas também. Atenta às questões ambientais, a Waleu adotou algumas políticas no processo de produção para manter-se sustentável. De acordo com a marca, toda a água utilizada no processo de fabricação é reciclada e reutilizada. Até mesmo os produtos com falhas recebem um tratamento especial para que consigam ser reaproveitados na fabricação de novos itens.
Além disso, a Waleu dedicou-se na criação de uma linha de produtos escolares feitos apenas com garrafas PET recicladas. A novidade foi bem aceita pelos consumidores.

Investimento em quem faz acontecer

O relacionamento entre a empresa e o funcionário diz muito sobre a sua trajetória. Recentemente, a Waleu realizou uma convenção de vendas com o propósito de capacitar ainda mais sua equipe interna, sem deixar de motivá-la. Assim, a Waleu mostra que ter uma boa relação com seus colaboradores é fundamental para o sucesso de uma empresa.